ED69 - Belcar

1000 Milhas do Brasil reúne 25 carros e 70 pilotos



Os vencedores da edição 2021 das 1.000 Milhas do Brasil revelam o troféu da conquista histórica
Os vencedores da edição 2021 das 1.000 Milhas do Brasil revelam o troféu da conquista histórica

Leandro Totti, José Vilela, Guga Ghizo, Léo Yoshi e Eduardo Pìmenta venceram as Os vencedores da edição 2021 das 1.000 Milhas do Brasil com um protótipo MCR 2.1

Mais uma vitória da superação. Elione Queiroz e Tiago Pereira, em plena pandemia, conseguiram realizar, dia 24 de janeiro, a tradicional “1000 Milhas do Brasil 2021”, em Interlagos/SP. O evento não recebeu o público dessa vez, por conta da pandemia no País, mas reuniu uma legião de apaixonados pelo automobilismo, com direito a provas preliminares de veículos “Clássicos” e de Regularidade.

Dessa vez, a competição icônica não chegou a completar as 1000 Milhas do Brasil (cerca de 1.600Km), ou 11 horas de duração. Terminou com menos de dez horas devido às exigências e protocolos sanitários do Governo para o evento.

Seria um belo presente para a cidade de São Paulo que no dia seguinte comemorou 467 anos. Mas valeu o trabalho dessa dupla dinâmica.. Tiago Pereira, experiente presidente do Interlagos Motor Clube, acostumado a realizar competições semelhantes, se dispôs a coordenar esse trabalho. E foi um sucesso, protótipos e carros de rua defenderam posições durante toda a prova vencida pelo protótipo #73, MCR 2.1.

OS TRÊS PRIMEIROS COLOCADOS

#73 | J.VILELA/L. TOTTI/E. SOUZA/G. GHIZOL/L. YOSHI
#31 | LEANDRO GUERRA/RODRIGO DI CONTI/MARCELAO CAMACHKO
#46 | ROBBI PEREZ/JOSÉ CORDOBA/JULIANO MRO/MAURIZIO SALA


Um pouco mais de história

A 1000 Milhas Brasileiras é uma prova automobilística de longa duração e foi criada, em 1956, por Wilson Fittipaldi piloto de automóveis (pai dos também pilotos Emerson Fittipaldi e Wilson Fittipaldi Júnior) e Eloy Gogliano, piloto de motocicleta e presidente do Centauro Motor Clube.

A dupla tinha o objetivo de demonstrar a qualidade dos produtos automotivos fabricados no país, servindo de campo para testes, através da realização de uma competição esportiva de velocidade e resistência para automóveis. Os tempos mudaram.

A maioria das provas ao longo dos últimos 65 anos foi realizada no Autódromo José Carlos Pace. Em 1997, o Autódromo Internacional Nelson Piquet, em Brasília, sediou a prova, vencida pelo próprio Piquet, com Johnny Cecoto e Steve Soper a bordos de uma McLaren F1 BMW. Prova histórica. Ele voltaria a vencer, em 2006, agora com o filho Nelsinho Piquet, Christophe Bouchut e Hélio Castroneves, com um Aston Martin DBR9.

Newsletter

Cadastre seu e-mail e receba novidades..