Prefeitura Covid 19 / Internas

CAIADO GARANTE: “Detran não será balcão de negócios”



“SEM AÇÃO, SUAS PALAVRAS NÃO TÊM SENTIDO”

Escrever uma nova história no Detran de Goiás, transformando o órgão em referência nacional de gestão pública séria, transparente e responsável com o cidadão. Essa foi a mensagem que o governador Ronaldo Caiado salientou durante o lançamento do movimento Maio Amarelo 2019, na sede do departamento, ao lado do vice-governador Lincoln Tejota e de secretários de Estado “Podem ter certeza: não admitiremos o uso indevido de cargos públicos. O povo goiano precisa ser cada vez mais respeitado pela estrutura de Estado”, assegurou. Com o slogan “Sem ação, suas palavras não têm sentido”, o Maio Amarelo 2019 é um movimento mundial para dar visibilidade ao debate sobre a segurança viária, por meio de ações coordenadas entre o poder público e a iniciativa privada para chamar a atenção da sociedade para os altos índices de acidentes de trânsito. Durante todo o mês, o Governo de Goiás intensificour as ações de educação e fiscalização de trânsito com o intuito de conscientizar condutores e pedestres.

MAIO AMARELO

Em Goiás, o Maio Amarelo é uma campanha que envolve vários órgãos, entre eles, Detran, Polícia Rodoviária Estadual, Agência Goiana de Infraestrutura (Goinfra), Batalhão de Trânsito da Polícia Militar de Goiás e Comando de Policiamento Rodoviário, Secretária Municipal de Trânsito de Goiânia (SMTA). O trabalho, que ganha visibilidade e é intensificado neste mês, será uma ação constante promovida para reduzir o número de acidentes. “É para levar à população a mensagem de que o Detran e as nossas forças integradas estão preparadas, aptas e visualizando o cidadão. Esse é o objetivo, é a educação de trânsito para preserva vidas”, destacou o presidente do Detran, Marcos Roberto Silva. “Um ato de irresponsabilidade hoje pode trazer graves consequências amanhã. Não adianta se desculpar depois da imprudência. E carregar culpa quando a vida humana está em jogo deve ser terrível”, refletiu Caiado. Dados preliminares do Departamento de Informática do SUS (Datasus) apontam para mais de 34 mil mortes em acidentes automobilísticos no País em 2017.

“EM GOIÁS, DE 2011 A 2017, FORAM MAIS DE 7,3 MIL VÍTIMAS FATAIS REGISTRADAS”

O governador Ronaldo Caiado anunciou também a criação da Escola Pública de Trânsito e a implantação do Grupo de Ação e Respostas Rápidas (Garra), o motorresgate. A escola funcionará no Centro de Atendimento ao Candidato, no Autódromo de Goiânia, promovendo a capacitação e o aperfeiçoamento de cidadãos e profissionais do trânsito. Entre o público estão condutores, instrutores, examinadores, agentes de ensino de centros de formação de condutores, médicos, psicólogos e despachantes. Serão oferecidos cursos de curta e longa duração, como o de Gestão de Trânsito. “Tivemos uma conversa preliminar com a Universidade Estadual de Goiás para oferecermos, em parceria, cursos de educação a distância”, afirmou o presidente do Detran, Marcos Roberto Silva.


MAIO AMARELO

DETRAN REALIZA 149 AÇÕES

Campanha atinge mais de 50 mil pessoas

Em 31 dias, mais de 50 mil pessoas foram abordadas e receberam orientações sobre direção segura. Dados foram divulgados no encerramento do movimento em Goiás cujo tema deste ano foi:

NO TRÂNSITO, O SENTIDO É A VIDA

Simulador de direção, óculos 3D, performance com personagens vítimas de acidentes, blitzen, jogos educativos, carreatas, palestras e o programa Detranzinho. Diversas dinâmicas foram utilizadas pelo Departamento Estadual de Trânsito de Goiás para levar a mensagem do Maio Amarelo aos goianos. Só neste mês, realizou 149 atividades educativas, abordando 52,5 mil pessoas. O movimento mundial de atenção à vida e pela redução dos acidentes de trânsito foi encerrado nesta sexta-feira (31/5) com uma carreata de veículos de permissionários e parceiros e a soltura de balões em homenagem às vítimas de acidentes de trânsito. Dados da Seguradora Líder, administradora do Seguro DPVAT, revelam que, em 2018, foram pagas 19.172 indenizações por acidentes de trânsito em Goiás. Dessas, 1.680 são por mortes e 13.440 por invalidez.

Newsletter

Cadastre seu e-mail e receba novidades..