Prefeitura Covid 19 / Internas

ENTREVISTA COM RAFAEL RAHIF



SECRETÁRIO DE ESTADO DE ESPORTE E LAZER DE GOIÁS (SEEL)

O SERRA DOURADA E O AUTÓDROMO DE GOIÂNIA SÃO JOIAS RARAS DE GOIÁS”

Encontramos o secretário Rafael Rahif no horário combinado para a entrevista, no segundo andar do Estádio Serra Dourada. Ele andava de um lado para o outro, pedindo aos funcionários que retirassem os cartazes e papéis das salas que impediam a visão uns dos outros. A impressão que tivemos é que alguma coisa havia mudado. Uma agitação incomum tomou conta do gabinete da SEEL – Secretaria de Esporte e Lazer diante da nossa chegada. Nem esquentamos o banco da recepção e ele já nos recebeu. Mais tarde explicou o que estava fazendo para dar maior visibilidade a repartição. Veja como foi:

“Encontramos um déficit de R$ 14 milhões. Só as dívidas do Serra Dourada e do Autódromo de Goiânia somam R$ 6 milhões”

AUTO CLUB NEWSCom a reforma administrativa proposta pelo Governo de Goiás, a nova Secretaria de Esporte e Lazer (SEEL) retoma suas atividades originais, e passa a ter vida própria, prestígio, autonomia e recursos do Governo Federal para suas ações. Trata-se de um órgão gigante que agora vai administrar centenas de unidades esportivas em todo o Estado. Como Sr. pretende gerenciar a Pasta?

RAFAEL RAHIF – Você foi preciso, agora temos uma Secretaria de Estado gigante para administrar voltada para os seus verdadeiros princípios…A nova SEEL chega para organizar a verdadeira bagunça que recebemos, a exceção do Autódromo de Goiânia (que carece de reparos), quase todas as estruturas de esportes e lazer do Estado estão sucateadas. São 11 praças esportivas e 306 ginásios espalhados por 246 municípios goianos onde falta de tudo. Não sei dizer qual delas é a pior.

AUTO CLUB NEWSA situação está tão grave assim?   

RAFAEL RAHIF – Muito mais do que você imagina! Recebemos uma gestão completamente equivocada… A Agetop administrava o Serra Dourada, o Autódromo de Goiânia e o Centro de Excelência Eurico Godoy composto pelo Estádio Olímpico, o Ginásio Rio Vermelho e o Parque Aquático. No ano passado, a Agetop fez uma cessão de uso do Estádio Olímpico para a UEG, enfim, uma bagunça de gestão generalizada. O que fizemos com a reforma foi reunir todas essas praças esportivas em um só local, que é de pleno direito a Secretaria de Esportes e Lazer, que anteriormente era uma superintendência da Secretaria de Educação.

AUTO CLUB NEWSO Governo não pensa em privatizar algumas dessas praças esportivas ou então transformá-las em multiuso, com shows, apresentações, eventos?

RAFAEL RAHIF – O estádio Serra Dourada e o Autódromo de Goiânia são patrimônios de Goiás, não devem ser privatizados…Foi Leonino Caiado, ex-governador, primo de Ronaldo Caiado quem construiu as duas obras, orgulho do povo goiano, uma joia rara do Estado. Ambas são facilmente administráveis e podem se tornar autossuficientes para pagar pelo menos o custeio.

AUTO CLUB NEWSO Sr. disse que recebeu o Serra Dourada, Ginásio Rio Vermelho, Parque Aquático e centenas de quadras e ginásios esportivos sucateados, inclusive os kartódromos goianos…  

RAFAEL RAHIF – Exatamente, o de Itumbiara e o de Anápolis são exemplos disso. Abandonados e sem aproveitamento. Vamos intervir nos dois. Já o Kartódromo de Goiânia está sendo utilizado por um grupo privado, uma situação que precisa ser revista. Você usufrui e eu pago água, luz? Como é que fica? No Parque Marcos Veiga Jardim também, situações estranhas, camarada aluga uma lanchonete completa por R$ 250,00 o que não paga nem o custo de manutenção. Quanto ao Serra Dourada, a vergonha foi ainda maior. Recebemos o estádio sem lâmpadas, chuveiros e vasos sanitários, trator sumido, grama malcuidada e até denúncia de alambique funcionando em suas dependências (sic). Mesmo assim, com força de vontade, realizamos a abertura do Campeonato Goiano com a ajuda de todos.

AUTO CLUB NEWSE quais medidas e soluções o Sr. pretende implantar a fim de obter recursos extras para custear as despesas de manutenção?

RAFAEL RAHIF – Agora como Secretaria de Estado teremos apoio do Governo Federal na obtenção de recursos para os projetos. Mas eu tenho algumas soluções para o Serra Dourada, por exemplo, toda aquela área imensa está muito mal aproveitada, há 44 anos existe um espaço enorme de 120 metros quadrados no interior da arena com excelente visualização para o público e que nunca foi aproveitado por nenhum patrocinador. Os estacionamentos cobrados podem garantir renda também…O placar eletrônico, os espaços abaixo das arquibancadas, se bem explorados podem cobrir o custeio da praça esportiva. Da mesma forma o Goiânia Arena que possui uma ampla área externa podendo ser aproveitada para a exibição de propaganda e outdoors. Com pequenos arranjos e gestão mais comprometida, você consegue até pagar todas as despesas. O que falta é ação efetiva em cada área.

AUTO CLUB NEWSE como obter recursos para tudo isso?   

RAFAEL RAHIF – Encontramos o Estado em calamidade fiscal, atraso da folha de pagamento, dívidas de 720 milhões de reais com a saúde, educação, e nesses momentos precisamos ser criativos. O Autódromo de Goiânia também carece de novas ideias de aproveitamento multiuso dos seus 23 alqueires. O Estádio Olímpico idem, sem condições de receber jogos importantes, o Ginásio Rio Vermelho, o Parque Aquático, tudo abandonado e sem uso.

AUTO CLUB NEWSDiante de tantas dificuldades, como fomentar o esporte?

RAFAEL RAHIF – Não sou o salvador da pátria nem pretendo sair candidato a deputado. Vim para cumprir esta missão e reunir os melhores profissionais em cada área. Falei para o Lisca (atual administrador do Autódromo de Goiânia), você não é funcionário do Autódromo, você vai gerenciar tudo o que acontece lá dentro e no esporte a motor. A área do autódromo (23 alqueires) é imensa, e somente 600 pessoas frequentam anualmente as suas dependências. Queremos mudar isso, levar a família, poder chegar, entrar com o carro, estacionar e curtir um fim de semana agradável e com diversão para todos. Vamos devolver isso ao povo goiano, todos esses espaços para a população usufruir, sem discriminações.

AUTO CLUB NEWSO Sr. tem preferência por quais tipos de corridas?

RAFAEL RAHIF – Eu sou do ramo, gosto da velocidade, mas como gestor, não concordo com a Porsche Cup que se apresenta em Goiânia apenas para transmissão na TV fechada e esquece do público. Acho que isso precisa mudar.

AUTO CLUB NEWSQual a expectativa para 2019?

RAFAEL RAHIF – A nossa proposta não tem fins lucrativos e não esperamos retorno financeiro, se é que ele possa existir, o que pretendemos é trazer de volta a família ao Autódromo e que cada evento se transforme em um, dois, três espetáculos simultâneos. O KM de Arrancada por exemplo poderia trazer outras atrações e transformar um fim de semana numa excelente opção de lazer. O Autódromo não servirá apenas para corridas. Na medida que você realiza eventos com bom público, você atrai a iniciativa privada que busca por resultados e mídia espontânea. Ao fortalecermos essa ideia poderemos trazer a Formula Indy, a Formula E, o Mundial de Motovelocidade e tantas outras corridas mundiais. Você está sonhando? Não, estamos falando sério. Quando você dá condições e oferece ao investidor uma praça de esportes completa, arrumada, é imensa a possibilidade de gerar negócios e riquezas para o Estado. Essa é a nossa meta.

Quem é o novo secretário:

O bacharel em Direito e empresário Rafael Rahif é sangue novo que chega ao Governo do Estado da cota pessoal do governador Ronaldo Caiado. Com estilo próprio da agilidade, ele traz um grande lastro de amizades para o seu currículo. Foi Diretor Social e Presidente do Conselho do Country Clube de Goiás e tem no esporte a motor uma enorme paixão pelas duas rodas. Motociclista de carteirinha, é possuidor de uma BMW GS 1.200cc, trail estradeira. Já percorreu mais de 3.500 km de trilhas no continente europeu, Estados Unidos e Chile. Pode se dizer que ele é do ramo. Traz no DNA a paixão pela velocidade. Forjou sua devoção pelo automobilismo aprendendo com o professor e projetista Marcos Veiga Jardim, do qual foi discípulo e aluno. Participou das corridas nos áureos tempos do início da Stock Car. Andou também nos caminhões pesados com Aurélio Felix, fundador da Fórmula Truck e é torcedor do Goiânia Esporte Clube, o Galo Carijó que retornou à 2ª divisão do futebol goiano.

Autódromo de Goiânia: o melhor avaliado

Com a sua equipe da SEEL, Rahif foi conferir a abertura da rodada dupla do Campeonato Centro-Oeste de Marcas & Pilotos, no Autódromo de Goiânia e posou para fotos com a secretária-Executiva da Federação Goiana de Automobilismo (Faugo), Joana Rezende e com o diretor e Editor-Geral desta revista, Paulo Menegazzo. Gostou do que viu, torceu como antigamente, na Curva 1, acompanhado do piloto Luis Carlos (Lisca) Borges, atual administrador da Praça Esportiva e do presidente da Federação de Motociclismo do Estado de Goiás (FMG), Roberto Boettcher, que assume também a gerência do Parque Marcos Veiga Jardim. Brilhantes escolhas para o esporte a motor em Goiás.

Newsletter

Cadastre seu e-mail e receba novidades..