ED68 - Renault

Ford Ranger XLS 2.2 e Rally Baja 500 Jalapão



A picape mais valorizada do Brasil

A Ford Ranger XLS 2.2 Turbodiesel 4×4 automática cabine dupla teve uma valorização de 32,8% desde janeiro de 2020

A Ford Ranger XLS 2.2 Turbodiesel 4×4 automática cabine dupla foi a picape média que mais se valorizou de janeiro de 2020 até maio deste ano, com um ganho de 32,8% na revenda. É o que mostra um levantamento feito pela Mobiauto, plataforma de compra e venda de automóveis, que analisou as cotações de 56 modelos de picapes versão 2020 vendidas no Brasil.

Segundo o estudo, a maioria das picapes médias se valorizou no período, mas com um índice menor, de 18,2% em média. A Ranger XLS 2.2 que figura no topo dessa lista podia ser comprada por R$ 125,3 mil em janeiro de 2020 e hoje é vendida por R$ 166,4 mil. 

“As picapes compõem um capítulo à parte em nosso mercado. Além da clientela muito fiel, tanto no campo como nas cidades, elas ainda têm a fama da durabilidade, principalmente quando equipadas com motores a diesel. Na prática, elas não desvalorizam. Ao contrário: você usa por quase um ano e meio e ela passa a valer mais do que antes”, diz Sant Clair Castro Jr., CEO da Mobiauto.

Melhor custo-benefício

Conhecida pelo excelente custo-benefício, a Ranger XLS é líder de vendas do segmento nas versões intermediárias. Ela é equipada com motor Duratorq 2.2 Turbodiesel com potência de 160 cv e torque de 39,25 kgfm, transmissão automática de seis velocidades, tração 4×4 com reduzida e diferencial traseiro blocante, que inclui entre seus atributos de desempenho a maior capacidade de imersão do segmento, de 800 mm.

Aliado a isso, a Ranger XLS conta também com um bom pacote de conforto e tecnologia. Além de vir com direção elétrica, rodas de liga leve 16”, câmera de ré e tampa traseira com assistente de abertura e fechamento, vem com controle eletrônico de estabilidade e tração, assistente de partida em rampas, assistente em frenagem de emergência, controle adaptativo de carga e controle de oscilação de reboque.

E, como toda a linha, traz as funções de conectividade FordPass, que permite o acesso remoto a funções do veículo pelo celular, complementando a central multimídia SYNC 3, com tela de 8” e comados de voz.

“Este é mais um motivo de comemoração para os proprietários da Ranger, que segundo as pesquisas têm mostrado os níveis mais altos de satisfação do segmento e da indústria”, diz Antonio Freitas, gerente de Marketing de Picapes da Ford.

Levantamento feito pela plataforma Mobiauto mostra que o modelo da Ford se valorizou 80% acima da média do segmento


“Cupim de aço” leva três carros para a prova

Rosana e Roberto
Rosana e Roberto
Glauber e João Victor
Glauber e João Victor
Fabrício e Thays
Fabrício e Thays

A equipe goiana participou dia 21 de junho da competição que é um “esquenta” para os Sertões 2021

Uma das provas mais difíceis da temporada marcou o Rally Baja 500 Jalapão, competição que é um aquecimento para o Rally dos Sertões a ser realizado de 12 a 24 de Agosto. Essa prova terá 3.423 km com largada na Praia da Pipa, em Natal/RN e chegada a Praia dos Coqueiros, Recife/PE.

A equipe Rato Racing, do piloto Fabio Ruediger e o navegador Eduardo Bampi, foram os grandes vencedores dos UTVs. Agora os pilotos se preparam para a etapa RN 1500 e Sertões.

O Rally Baja foi altamente disputado. Participaram da competição 57 carros das marcas Can-Am, Polaris e Giaffone Racing. O circuito explorou os areões da reserva do Jalapão.

Goianos na competição

A equipe goiana Cupim de Aço levou três carros para a prova, além de pilotos e navegadores. Um destaque visto no Baja Jalapão foi à supremacia da marca Can-Am entre os UTVs. Dos 57 inscritos na categoria, 49 usavam o modelo Maverick X3 com motor de 195cv.

Os goianos mais uma vez marcaram presença na prova do esquenta e terminaram em 32º, 28º e 17º lugares com os três carros, respectivamente, dentre os demais competidores. 

Newsletter

Cadastre seu e-mail e receba novidades..